.

.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Doze no banco

12 lugares para os reservas sentarem

Apesar de estar em vigor desde primeiro de janeiro deste ano a nova regra da Fifa para o número de jogadores no banco de reservas em um jogo de futebol, ainda existem clubes, treinadores e cronistas que desconhecem a norma e pensam que o número máximo de jogadores no assento é 11. Ledo engano. A lei permite, até, doze jogadores à disposição do comando técnico como opção para entrar no jogo. Portanto, galera, são doze, e não onze, o número legal de atletas nas cadeiras reservas.

Caixinha de Natal, não

Caixa de Natal: Papai-Noel forçado

Dezembro ainda não chegou e já está aberta a temporada da caixinha de Natal, que nada mais é do que um constrangimento silencioso ao consumidor, que não leva nada de graça e que, portanto, não deveria ser exposto a nenhum tipo de vexame. Senhor empresário, não permita esta atitude que vai de encontro ao cliente, no seu estabelecimento comercial. Vamos abolir estas práticas nocivas da vida brasileira!

O indisciplinado Lúcio Maranhão

Pouca gente se deu conta, mas o atacante Lúcio Maranhão ficará de fora dos dois próximos jogos do Asa (Chapecoense e Ceará). É que o jogador na partida Asa x Paraná recebeu um cartão amarelo por reclamação (terceiro da série) e, um pouco mais tarde, pediu e ganhou um vermelho direto - sem que tenha recebido o segundo amarelo no mesmo jogo -. 

Maranhão não consegue explicar o porquê de tanta indisciplina
  
Desta forma cumprirá um jogo pelo terceiro amarelo e um jogo pelo vermelho, isto sem falar que será julgado e poderá pegar mais algumas partidas, visto que o árbitro cearense Francisco Filho colocou na súmula tudo que foi dito por Maranhão a ele – Francisco -, quando da reclamação por conta da marcação de um impedimento de Jeferson Maranhense, que, diga-se de passagem, o juiz acertou ao acatar o aceno do árbitro-assistente, Aelson Gomes, curiosamente nascido no estado do Maranhão.

Na súmula da partida o juiz escreveu: “Aos 39 minutos do segundo tempo de jogo, expulsei diretamente (cartão vermelho direto) o atleta de nº 09, Sr. Lucielmo Palhano Soares da equipe do Asa, por me ofender moralmente com as seguintes palavras: ‘vá tomar no seu c_’. informo que o atleta expulso deixou o campo de jogo sem nenhum problema”, finalizou Francisco. Para acessar a súmula de Asa x Paraná, clique aqui
.

Alguma medida disciplinar precisa ser adotada pela direção do alvinegro para estancar o estoque de cartões amarelos de Lúcio Maranhão. Ser expulso lutando pelo time ainda é admissível, mas toda hora receber cartão por ofender a arbitragem, não é condizente com um atleta que tem uma história no clube e é amado pela torcida de Arapiraca. É hora de dar um basta nesta situação.

A arte de comandar uma jornada

 
Jairo Campos: categoria com o microfone nas mãos

O locutor-esportivo Jairo Campos (96 FM Arapiraca) já é um dos mais completos mestres de cerimônia do rádio brasileiro. Conduz uma jornada esportiva como poucos, tem o time (tempo) certo para convocar os companheiros, faz o “peão” rodar várias vezes,  evitando a monotonia de uma participação muito extensa de uma única pessoa, isto sem falar na vibração suave que coloca na voz,  prendendo a atenção do ouvinte do início ao fim do trabalho. Parabéns ao Sensação do Brasil pelo gabarito do trabalho apresentado ao grande público!

A matemática do Asa

Os números tomam por base o índice de aproveitamento do 16º colocado na Série B que é de 36%. Mantido este percentual e aplicando-se uma margem de segurança, entendo que se o Asa atingir os 44 pontos estará livre do rebaixamento, sem precisar se preocupar com os resultados dos concorrentes.


Jogadores pedem ajuda aos céus para sair da fase ruim

Restam 13 jogos – 6 em casa e 7 fora - para o time de arapiraca (39 pontos em disputa), dos quais o alvinegro precisará conquistar 21 para somar aos 23 que contabiliza no momento, o que significa dizer que o aproveitamento da equipe nos jogos restantes terá que ser de 54%, ou seja, aumentar 23 pontos percentuais ao rendimento atual de 31%, uma tarefa nada fácil.

O que fazer?


Para atingir os 21 pontos necessários, o time terá que vencer  os 6 jogos em casa (18 pontos), além  de ganhar uma partida fora de Arapiraca ou empatar três,  para arrancar os outros 3 pontos e, finalmente, somar os 21. Claro que outras combinações de resultados podem gerar os 21 necessários, mas, vamos combinar, não estamos tratando aqui de brincadeira de criança, é um fardo pesadíssimo que está sobre as costas de todos que fazem o Asa. Aos que estão do lado de fora só resta torcer e acreditar que os atletas terão condição de reverter uma situação que, a julgar pelos últimos resultados, parece quase impossível.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Gilson abre o jogo e conta tudo II

Gilson: sem medo de se expressar

Impressionante a repercussão da entrevista do goleiro Gilson ao programa Toque de Bola (96 FM Arapiraca), sumarizado, aqui no Blog. Já é a segunda postagem mais acessada do Blog do Murta em todos os tempos, provando o quanto o torcedor do Asa está ansioso por notícias que venham das entranhas do alvinegro. Na entrevista o goleiro fala abertamente de muita coisa que aconteceu dentro dos muros do time durante toda a campanha da Série C. Quem ainda não leu, pode fazê-lo clicando aqui.

Asa 61 anos

Neste 25 de setembro rendemos todas as homenagens ao Asa, único representante de Alagoas na Série B, que completa 61 anos de história e tradição na Terra dos Marechais. Foi fundada em 25 de setembro de 1952 como Associação Sportiva de Arapiraca,  tendo depois se transformado em Agremiação Sportiva Arapiraquense, nome que carrega até os dias atuais.

O primeiro título veio um ano após a fundação - 1953 -, tendo amargado um longo jejum para voltar a ser vencedor a partir de 2000, quando conquistou 5 alagoanos, uma Copa Alagipe e o acesso à Série B do Brasileiro. Tem na galeria de ex-jogadores ídolos como Bié, Rommel, Gilson, Freitas, Adeildo (ponta e meia), Acebílio, Cecé, Didira, Berinho, entre outros.

Torcida do Asa: patrimônio inestimável

Apesar do momento delicado por que passa na Série B deste ano, não podemos deixar a data passar despercebida. Parabéns à entidade e ao maior patrimônio que possui, sua apaixonada torcida!

Profissionalismo que vem de Brasília

Ao tomar conhecimento, apenas da possibilidade de o Rio Branco  mandar o jogo com o Santa Cruz, marcado para 02 de outubro, no Acre, na cidade de Goianinha, no Rio Grande do Norte, o jurídico do Brasiliense montou plantão na porta do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF com uma ação cautelar para evitar que o fato se concretizasse. A mudança favoreceria o time pernambucano, visto que Goianinha e Recife distam apenas 228 Km, duas horas e meia de automóvel. Claro está que a torcida do Santa iria invadir o Nazarenão, praticamente invertendo o mando de campo, fato que já havia acontecido no jogo Baraúnas x Santa, que saiu de Mossoró para o Nazarenão, quando o estádio foi tomado por torcedores pernambucanos e terminou sendo vencido pelo Santinha por três a um. Graças a ação proativa a mudança de sede do jogo 213 não vai acontecer.


Jacaré não é bobo, não

Que o exemplo que vem de Brasília - nem sempre muito legal - seja seguido pelos clubes alagoanos. Não adianta apenas ficar reclamando depois do fato consumado, é preciso antecipar-se a ele e tomar as providências que cada caso requer.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Gilson abre o jogo e conta tudo

Uma das mais sensatas, equilibradas, verdadeiras, corajosas entrevistas que já ouvi nos meus 52 anos de vida, foi concedida pelo goleiro Gilson (Asa) ao programa Toque de Bola, da 96 FM Arapiraca. Disse que a diretoria do alvinegro errou ao demitir o treinador Ricardo Silva na primeira passagem dele por Arapiraca, que o ex-técnico Vinícius Eutrópio saiu na hora errada, condenou a constante mudança de técnicos durante a temporada 2013, afirmou que o plantel tinha problemas de relacionamento com o ex-treinador Edson Gaúcho, falou que os jogadores entravam em campo com medo de errar na era Leandro Campos, que o time contratou mal e que a imprensa tem que dizer a verdade, elogiando quem vai bem e mostrando os erros cometidos em campo. O melhor foi dito ao final da entrevista, quando o dono do gol garantiu à torcida que o Asa não será rebaixado de série.

Gilson: fala com responsabilidade
Parabéns ao capitão do Asa pelo denodo com que se expressou em um momento de dificuldade do clube, onde muitos se escondem e evitam dar a "cara a tapa"! A atitude reforça a liderança nata que o melhor goleiro do Asa em todos os tempos possui. Partindo de alguém que faz parte do elenco, não há mais que se negar que ao longo do campeonato o Asa vinha acumulando problemas nos bastidores. Gilson falou, tá falado. Ele tem crédito para tal.

Walmari nega, mas Pan deseja fusão

A tão propalada fusão entre as equipes de esporte da Jornal e Jovem Pan, as duas de Maceió, segundo o chefe do Departamento Esportivo da Jornal Walmari Vilela não vai acontecer. Vilela afirmou ao Blog que é feliz onde está e que já empenhou a palavra ao alto comando da emissora que ficará na casa. Também disse que já comunicou a Pan que não tem interesse em se transferir para lá com toda a equipe e que, portanto, do ponto de vista dele - Walmari - o assunto está encerrado.


"Daqui não saio, daqui ninguém me tira", diz o veterano radialista

Em busca da informação, o Blog logo tratou de ouvir uma fonte preciosa na Pan, que preservaremos, e que reafirmou o interesse na fusão, mesmo com a negativa de Vilela. Segundo  a versão da fonte Walmari será procurado, sim, para tratar  o assunto, porém reforçou que a ideia de juntar os dois departamentos esportivos é somente para 2014, conforme o Blog já havia anunciado.

Artrose tirou reforço do Asa, do CRB, ano passado

Embora até o momento em que este post foi redigido a diretoria não tenha confirmado oficialmente, tem-se como certa a chegada do lateral-direito Everton Silva para defender o Asa no restante do Brasileiro da Série B. Jogador preso ao Flamengo, com passagens por outros clubes, estaria sendo esperado em Arapiraca a qualquer momento. Ele, inclusive, em 2012, chegou como reforço para o CRB e, sequer, estreou. E é aí onde mora o perigo. O atleta não ficou no CRB porque o Departamento Médico do Regatas descobriu que Everton estava com artrose no joelho. É bom o Asa tomar cuidado antes de assinar contrato com o profissional.


Everton Silva aponta para um futuro problemas

Nunca é demais lembrar que recentemente o alvinegro trouxe para Arapiraca  Luciano Mandi e teve que mandá-lo embora porque o meia padece de hérnia de disco. A esta altura do campeonato toda precaução antes de contratar quem quer que seja é fundamental, afinal de contas o Asa não pode mais errar.

domingo, 22 de setembro de 2013

Embargos Infringentes x Urnas

Supremo pode ter quebrado um dos braços do PT ao acatar os Embargos Infringentes

Como o mundo é bipolar - tudo tem dois lados - o acatamento dos Embargos Infringentes por parte do Supremo Tribunal Federal, relativos aos mensaleiros, se por um lado vai dar um novo julgamento aos infratores, com possibilidade de redução de pena, por outro vai fazer com que o tema seja discutido nas principais revistas, jornais, sites, redes sociais, TVs etc, às vésperas das eleições de 2014, não deixando o eleitor esquecer o assunto e podendo ser fator a influenciar o resultado das urnas. Claro que dentro desta linha de raciocínio, o PT será  o grande prejudicado, podendo pagar um alto preço pela filigrana jurídica. Aguardemos!

sábado, 21 de setembro de 2013

Parabéns!


Claudemir Araújo: narrador por paixão

O jornalista, radialista, advogado, engenheiro, cientista da computação e muito mais, Claudemir Araújo (Organização Arnon de Mello), está de idade nova e merece receber todo o carinho do mundo, visto tratar-se de um ser iluminado e que só procura fazer o bem, estando longe da lista dos "traíras". Parabéns, Clau!

Sandra curtirá a data ao lado do maridão Coronel Josinaldo Oliveira

Outra figura ilustre que também completa idade nova é a fisicultora Sandra Oliveira, que está em festa desde o dia de ontem e promete esticar a comemoração até o último segundo de amanhã. Parabéns, amiga!

"Centro de Maceió terá cara nova", diz Prefeito

 
Não é preciso apenas trocar as pedras do calçadão, é preciso mudar atitudes

Prefeito de Maceió Rui Palmeira promete revitalizar o Centro da Cidade. O alagoano agradece, mas também pede que seja impedida em 100% a circulação de carros, de qualquer tipo, inclusive viaturas policiais, sobre as novas pedras que serão colocadas, sob pena de em apenas um ano o dinheiro do contribuinte ter escapado pelos ralos do calçadão. Ah! Um pouquinho de educação da população na conservação também ajuda muito.

Centro de Brisbane, na Austrália

Um bom exemplo para o maceioense - sem querer comparar culturas - poderia vir da cidade de Brisbane (Austrália), onde o Centro é um lugar seguro, limpo, que dá prazer as pessoas se deslocarem para lá, sendo, inclusive, proibido fumar no calçadão central, mesmo a céu aberto, sob pena de severa multa. Mas aí já estamos falando de outra coisa: educação.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

E tem vaga para CSA e CRB no primeiro turno do Alagoano?

Como 2014 é ano de Copa do Mundo, o calendário do futebol brasileiro ficará um pouco mais apertado. Os estaduais e a Copa do Nordeste começam em 12 de janeiro. Os regionais terão que ser encerrados até 13 de abril, enquanto que a Copa do Nordeste terminará em 23 de fevereiro. Os dois campeonatos serão disputados às quartas e aos domingos. Já a Copa do Brasil começa em 12 de março, quando os estaduais ainda estarão em andamento, com partidas também às quartas. A Série B, por sua vez, começa em 19 de abril, uma semana após o final dos estaduais e a C vai ter início em 27 de abril. 


Torcedor já conhece o calendário do Brasil para 2014

Com esta situação fica claro que a ideia de fazer CSA e CRB disputarem o primeiro turno do Alagoano já nasce morta. Não há como acomodar um clube disputando três competições simultaneamente. Se fizerem isto, das duas uma: ou é suicídio ou burrice.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Objetividade é fundamental

O dirigente Zé da Danco (Asa) precisa aprender a ser mais objetivo nas entrevistas que concede. Quando algo lhe é perguntado, ele vai à Austrália, passa pelo Japão, faz uma pausa na Nova Zelândia e não responde o que foi questionado. 


Jota Silvestre: entrevista era com ele mesmo

Se vivo fosse e tivesse oportunidade de entrevistar o "cartola", Jota Silvestre diria durante a "viagem" do Zé: "O Senhor não está respondendo a minha pergunta". Caso continuasse divagando, ouviria de Silvestre: "O Senhor continua não respondendo à minha pergunta" e, se ainda assim a situação continuasse a mesma, o experiente jornalista dispararia: "O Senhor não quer responder a minha pergunta?". Quem não quer abordar determinado assunto deve, polidamente, pedir desculpas ao entrevistador e dizer que não quer falar a respeito do tema. Fica mais elegante do fazer rolar o famoso "embromation".

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Quem vai armar?

Embora ainda não confirmado oficialmente pelo técnico Leandro Campos, o time do Asa para enfrentar o Boa, nesta terça, em Arapiraca, deverá ser:  Gilson; Maicon (Osmar), Tiago Garça, Samuel e Chiquinho; Basílio (Kleiton Domingues), Jorginho e Djair; Diego Clementino, Jeferson Maranhense e Lúcio Maranhão. 


Leandro Campos sinaliza para um time sem armador


Vamos aos fatos. A tendência é que Basílio comece jogando, então pergunto: quem vai armar o time? Basílio? Jorginho? Djair? Sinceramente não vejo nos três características de armação e temo que não se abra um buraco no meio-campo entre os três atacantes (Clementino, Lúcio e Jeferson) e os três volantes (Jorginho, Basílio e Djair). Isto aconteceu no jogo passado e é preciso ter cuidado para que não se repita. Entendo que Tiago Garça e Chiquinho terão de per si assumir a função no meio-campo e pedir para um dos volantes fazer a cobertura. Sem isso prevejo serias dificuldades na construção das jogadas, porém torço para estar errado.

Outra coisa: Glaybson saiu do time por conta de suspensão por cartão. Seria normal que voltasse, até porque é, entre os volantes, o que mais tem característica de armação, já tendo provado isto em jogos passados. Para mim faltou critério ao técnico do alvinegro na hora em que barra Glaybson. 

A bola ainda não rolou e há tempo hábil para que  pensamentos sejam revistos. Independente de quem entre, Alagoas torce por uma vitória do Asa.   

Marcos Barbosa desmente Roberval Davino

Entre outros aspectos que teriam contribuído para a derrota do CRB para o Treze por um a zero, no último domingo, no Trapichão, pela Série C do Brasileiro, segundo o técnico do Regatas Roberval Davino, estaria a "falta de condições ideais no Departamento Médico do Clube". O Presidente Marcos Barbosa, através da Jornal AM/MCZ, apressou-se em desmentir o treinador e repetiu exaustivamente que "não poderia deixar uma mentira virar verdade", tendo, inclusive, indagado do radialista Walmari Vilela se ele tinha conhecimento de algum problema na área médica do CRB, ao que o chefe de esportes da Jornal respondeu negativamente, concordando com Barbosa. Vilela utilizou as dependências do CRB para fazer fisioterapia quando teve um problema na coluna vertebral.


Walmari: usou e aprovou a medicina do CRB

Concordo com Barbosa. Se não há problema estrutural  no DM, ele não pode ser utilizado como "desculpa" para uma derrota, ao tempo em que, também, entendo o lado do Diretor Técnico, que, no calor de um resultado adverso, talvez não tenha expressado o que realmente sentia no coração. Penso que ele quis dizer que o DM do CRB poderia ser melhor do que é e com mais profissionais para ajudar no trabalho, mas isto é apenas o que eu penso, não significando que foi realmente o que Davino pensou em falar.


Roberval: de herói a vilão em menos de 24 horas

Outra coisa que não entendo. "Roberval era o melhor técnico do mundo, deveria ter sido convocado pela CBF para treinar a Seleção Brasileira, a forma de trabalho dele era comparada a Danilo Alvim, Telê e Martin Francisco, escalava de forma sensacional o CRB, mexia no time como ninguém" e, de uma hora para outra, por conta de apenas uma derrota, já não presta mais. Gente, vamos economizar nos elogios para não ficar em situação difícil na hora que precisar fazer uma crítica mais contundente!

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Emerson Júnior assume direção de rádio em Maceió

Emerson Júnior é o novo Diretor Comercial da Pan AM/MCZ. A assunção do radialista ao cargo escancara as portas para a fusão das equipes esportivas da Pan e da Jornal AM/MCZ. Conversas entre Júnior e Walmari Vilela deverão acontecer nas próximas horas, mas a concretização do fato não deve ocorrer em tempo próximo, podendo, até, ficar para 2014.

Emerson volta a ocupar função diretiva no rádio alagoano

A ida de Emerson para a diretoria da Pan já havia sido antecipada pelo Blog, em 14 de agosto, no post Sacudida no rádio de Maceió. Boa sorte ao novo dirigente do rádio alagoano!  

Wanderlei Ribeiro

Na entrevista que concedeu ao programa Bola da Vez (ESPN Brasil), o locutor-esportivo José Silvério (Bandeirantes) citou os que, no entender dele, são os melhores narradores- -esportivos de todos os tempos, em São Paulo. Entre os citados, Wanderlei Ribeiro, com passagem pelas maiores grifes do rádio brasileiro e que nos anos 1980 trabalhou em Maceió, nas rádios Palmares e Progresso.


Wanderlei Ribeiro, o "Menininho"

Concordo plenamente com Silvério. Tive a oportunidade de trabalhar com o Wandeco no início da minha carreira e sei do gabarito que possui com o microfone à mão. Detalhe: apesar da voz gigantesca e vibrante no ar, ao lado dele é impossível escutar a narração sem ouvir pelo rádio. Ribeiro fala baixinho quando descreve o jogo e o ganho na voz fica por conta do operador. Grande sujeito!

Clique aqui e ouça a primeira parte de uma entrevista de WR à Rádio Banda B, de Curitiba. Quer ouvir mais? Então clique aqui para ouvir a sequência da entrevista concedida a André York.