.

.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Ex-jogador do CSA confirma que jogadores entregaram jogo para o Juventos, 33 anos atrás

O competente Walter Luis (Correio AM/MCZ) produziu a maior informação jornalística dos últimos tempos, nesse domingo, 4, ao entrevistar o ex-jogador do CSA, Dequinha. Em uma conversa franca, o ex-zagueiro afirmou sem titubear que o CSA perdeu o título da Taça de Prata de 1983 porque a maior parte do elenco estava vendida para a máfia da loteria esportiva. Chegou a citar o ex-atacante Américo como a pessoa que recebeu o dinheiro para dividir com os atletas.

O CSA venceu o jogo de ida por três a um, perdeu por três a zero para o Juventos no jogo de volta e na terceira partida foi novamente derrotado por um a zero, tendo o Juventos se sagrado campeão. Detalhe: o gol do time paulista foi de pênalti, sofrido por Nelsinho Baptista, aos 26 minutos do segundo tempo.


Lance do pênalti em Nelsinho, no campo do Juventos


Até o presente momento a conversa da entrega do jogo estava no ar, mas nunca ninguém havia vindo de público confirmar o assunto, inclusive dando nomes. Dequinha o fez e Walter Luis tem o mérito de ter arrancado a confissão do ex-atleta. É amigos! O futebol brasileiro tem cheiro de podridão, faz tempo.